Monthly Archives: Agosto 2008

O Porquê das “Tertúlias”

Trazendo consigo a génese da ideia política e social clandestina do antes revolução, as décadas de 70 e 80 foram fundamentais na sustentabilidade de uma consciência política e interventiva de cariz individual ou de grupo não institucionalizado – o valor e encanto das conversas em forma de tertúlia, como forma de  vulcanizar as organizações e provocar mudanças, consciensalizando activamente a personalidade política  que nos caracteriza enquanto humanos 

Com o passar dos anos, os partidos começaram a assumir cada vez mais esta posição em detrimento da voz liberta, sem amarras, das tertúlias, ocupando este espaço de grupo de cariz quase espontâneo e quiçá até um pouco anárquico, fundamental para a formação de uma cidadania responsável.

Durante estes 30 anos de Democracia, a gestão tentacular que os partidos fizeram deste espaço, conjuntamente com o desinteresse essencialmente urbano de tudo o que extrapole o interesse próprio, foi criando um vazio, perdendo-se os hábitos sociais e culturais tão típicos daqueles anos anteriores.

Preocupando-se com a gestão do espaço político nas diferentes instituições e centros do poder, os partidos não têm, diga-se em abono da verdade, interesse em dar muito espaço à discussão e ao diálogo entre os seus militantes, simpatizantes ou público em geral, sendo certo que vivem e respiram deles e por eles.

É neste enquadramento que surgiu a vontade/necessidade de fazer renascer o ambiente e espírito tertuliano e bem assim as Tertúlias ViaLatina. Há que dinamizar o diálogo entre os cidadãos e assim criar um espaço, onde saudavelmente cada um de nós possa emitir a sua opinião, dar uma nova forma ao livre-pensamento e, sobretudo, conceder-nos o prazer de nos exprimir-mos activa, consciente e politicamente para além do limite do individual, sem os constrangimentos impostos pela disciplina das organizações, contribuindo para uma sociedade mais saudável, essencialmente mais democrática.

Ulisses Neves Pinto

Lisboa, 2008

DEMOCRACIA, QUE FUTURO? – COM ANTÓNIO JOSÉ SEGURO

É já no próximo dia 17 de Setembro, uma quarta-feira, pelas 21:30, que vamos iniciar as Tertúlias Via Latina. António José Seguro, deputado do Partido Socialista,  falará da Democracia no século XXI.

O evento será na Galeria Matos Ferreira, à Rua Luz Soriano, 14 e 18, ao Bairro Alto, em Lisboa.

Contamos com a sua presença.