Monthly Archives: Março 2009

Salazar Marialva, ou o equívoco da História!

África Today Online – “Massacres em África” de Felícia Cabrita.

Uma das poucas vezes que dei a minha atenção a Felícia Cabrita foi há uns poucos de anos atrás, no que hoje conhecemos como o ” Processo Casa Pia”.felicia

Não que seja fã ou adepto da sua escrita mas, porque associado à sua figura curiosa, simpatizei com com o seu inconformismo, projectado no seu papel de descolorir uma das fotografias sordidas e cinzentas da nossa história social.

Mas a expectativa, também deu lugar ao descrédito, pois tudo o que é demais também cansa…

…Por isso, também rápidamente no meu imaginário deixou de existir a Felícia Cabrita…Sem juízos de valor!

Para mim a Internet, é um fenómeno que dura à 14 anos…mais coisa, menos coisa!

Como no princípio dos princípios (para mim, claro!), as palavras eram medidas ao caracter e, as imagens eram um bom exercício da imaginação.

No tempo em que o que mais próximo que encontrava da minha língua, era o espanhol.

…No tempo em que uma das diversões nos diferentes foruns, era falar espanhol, pois danava “Amaricanos”…E fazia as delícias de Hispânicos!

…Desde esse tempo que um dos meus vícios é deixar a minha alma vogar por este mundo virtual…

…Sem destino…

…Sem objectivo….

…Sem critério!

Apenas, deixar-me levar pelas correntes e pelas ondas!

Ainda hoje faço isso…

…E, é nessas viagens de descoberta, do acaso, que encontro as coisas mais curiosas e, até inconcebíveis, que um qualquer ser humano como eu, pode encontrar e até entender!

… E foi assim, que sem querer, voltei a encontrar a Felícia! 

Não…Não encontrei a Felícia num bar e muito menos passei a noite a falar com ela!

Encontrei dois títulos…

…Dois títulos que me despertaram a curiosidade:

” Massacres em Àfrica” e

” Mulheres de Salazar”

Confesso que não li nem um, nem outro!

Como não sou crítico literário, espero estar desculpado!

Sobre o primeiro tema, ainda li alguns excertos…Num Forum de saudosistas do regime, que a exemplo de outros (como por exemplo os Nazis alemães), querem fazer-nos acreditar que a história é um equívoco!

Se calhar ambos os títulos, são eles também um equívoco da história.

Não sendo demasiado velho, pelo menos ainda tenho os sentidos todos a trabalhar, sou do tempo de ambos os acontecimentos!

…O primeiro tema, nem sequer é inédito… No meu tempo de estudante, existia na biblioteca escolar, um livro que falava sobre estes acontecimentos! – Confesso que já não me lembro do nome…

De uma forma horrenda diga-se…

E se olharmos pela luneta da parcialidade, não tenho dúvidas da injustificabilidades dos actos!

Costuma-se falar das águas do rio, que tudo levam pela frente, mas poucos se lembram das margens que o comprimem. ( Brecht adaptado)

Se os acontecimentos foram brutais…Vive no nosso esquecimento a brutalidade que os provocou.

Seria interessante conhecer Angola até 61 e como se vivia.

Seria interessante saber como funcionavam as roças de café!

Seria interessante saber como eram engajados “os negros do sul”!

Seria interessante conhecer a mentalidade das margens, que provocaram aquele rio de revolta!

Talvez, por isso, o José Lello não se sinta arrependido!

…E, eu, estou à vontade para falar, porque também deixei lá carne, da minha carne!

O segundo título deixou-me estupefacto!

Confesso que fiquei baralhado com o ditador!

Durante o tempo que vivi no regime, nunca me preocupou muito, quais as apetências sexuais do homem.

Preocupou-me, sempre mais, o Campo de S. Nicolau, que era uma espécie de condomínio fechado, para onde iam os tipos da UPA e mais tarde FNLA!

Os do MPLA, eram sempre muito desastrados e, constava, que caiam dos aviões ( acho que tinham a mania de tropeçar!…) ou então perdiam-se pelo caminho!

O hábito dos desaparecidos, desaparecerem mesmo, já vem daquele tempo!

Bem, por um motivo, ou por outro, os azarentos não chegavam a S. Nicolau!

Também me preocupava o Tarrafal!tarrafal-praia

Naquele tempo, constava que era o único solário de serviço!

O negócio estava ainda no princípio!

Mas aquilo logo que abriu, teve logo muito movimento… Aquilo era só candidatos para a frigideira!

presosE lá iam todos cantando e rindo…

Todos contentes e felizes da vida…

 

 

Atão…Afinal o Ditador, não era ditador, era Marialva!salazar

 

Malvado Vício!

Vou ter que o largar, não vá ainda  descobrir que o mundo é quadrado e, o Universo é uma miragem!

Ulisses Pinto

Anúncios

Os portugueses é que são pequeninos…

Num seminário sobre o problema do desemprego nacional, ocorrido no Porto, no passado dia 12 de Março, Belmiro de Azevedo afirmou que os empresários e o próprio estado devem contratar os melhores.
Em Portugal nem sempre essa máxima tem sido utilizada, desde logo, pelo próprio sector privado.
Bem a propósito o caso de Elvira Fortunato, investigadora da Universidade Nova de Lisboa, homenageada no passado dia 13 de Março na Assembleia da República, considerada uma das cinco melhores investigadoras em electrónica transparente a nível mundial, sendo dos portugueses mais citados na Internet, ficando mesmo à frente de Cristiano Ronaldo.
A invenção “papel inteligente” ou “papel com memória”, além de ser a patente mais cobiçada do mundo, tem potencial de um negócio multimilionário.
A investigadora pretendia que esta descoberta fosse rentabilizada em Portugal. Mas as papeleiras portuguesas não se mostraram interessadas. A parceria foi para uma empresa brasileira, pese embora a inteligência se manter em Portugal.
A sua decepção face ao país de onde tem resistido sair é patente na frase que disse ao Público: “Portugal é muito grande, os portugueses é que são pequeninos”.

Ana de Sousa

Dia Internacional da Mulher

No dia 8 de Março de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve, ocuparam a fábrica, reivindicavam a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias que, nas suas 16 horas, recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarou um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como “Dia Internacional da Mulher”.

Neste dia, pretende-se chamar a atenção para o papel e a dignidade da mulher, contestar e rever preconceitos e limitações que, ainda, hoje lhe são impostos.

Em Portugal, foram registados 132 mil casos de violência doméstica nos últimos três anos, admitindo-se que estes números apenas correspondem a 30% da realidade (informação de Janeiro de 2009).

No Brasil, em Março de 2009, o arcebispo de Olinda e Recife, D. José Cardoso Sobrinho, excomungou a mãe de uma menina de nove anos que engravidou do padrasto, que a violava desde os seis, e toda a equipa médica que fez o aborto dos fetos, no quarto mês de gestação, por terem praticado crime gravíssimo contra a vida.

O arcebispo não excomungou o padrasto da menina, autor dos abusos sexuais que levaram à gravidez, explicando que para a Igreja o aborto é um crime muito mais grave do que violação.

Recorde-se que os médicos consideraram que, além da gravidez ter decorrido de abuso sexual, a menina, que pesa apenas 30 kg, não resistiria até final da gestação: os bebés e ela própria corriam sério risco de vida.

De facto, um dia não chega para denunciar tão grandes atrocidades contra a mulher é preciso estarmos atentos, a democracia também passa por aqui.

Ana de Sousa

Nino Vieira, ou a apologia da BARBÁRIE.

Ao longo dos últimos 30 anos de vida como estado independente, a Guiné-Bissau tem vivido entre golpe de estado e golpe de estado! No meio, sem dúvida, que Nino Vieira foi um dos construtores daquela frágil DEMOCRACIA!

Mas…

” “Nino” Vieira foi brutalmente espancado antes de ser morto

 

Ontem

Um médico legista que participou na autópsia do corpo do Presidente guineense, João Bernardo “Nino” Vieira, afirmou que o chefe de Estado foi brutalmente espancado antes de ser morto a tiro.

“Nino Vieira foi morto com vários tiros no tórax e na face e o seu corpo tem marcas de golpes violentos. Ele foi brutalmenteespancado antes de ser atingido por inúmeras balas”, declarou o médico à AFP, que pediu anonimato e não fez outros comentários. O Presidente da Guiné-Bissau foi morto por militares na segunda-feira durante um ataque à sua residência, depois de no domingo o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas do país, o general Tagmé Na Waié, ter sido assassinado num atentado à bomba.” …E perante uma notícia destas, questionamo-nos se os Bárbaros não são coisas dos tempos dos Romanos? Com este atentado, ficamos a saber que no mundo ainda existem seres, que não podem ser qualificados de Humanos! Ficamos a saber que a Guiné-Bissau perdeu uma oportunidade de mostrar que ali poderia haver uma DEMOCRACIA, onde os DIREITOS HUMANOS poderiam ser respeitados!
PROTESTO, mesmo não me identificando com Nino Vieira! 
 
Ulisses Neves Pinto

A Crise, A Demografia e as minhas desculpas!

Durante algum tempo andei ausente… Nao esqueci amigos nem Tertulianos e muito menos abandonei o meu caminho, a ViaLatina.

Por este lapso de tempo, eis a minha desculpa:

A Francisca há 4 meses atrás...

A Francisca há 3 meses atrás...

– Chama-se Francisca e faz amanhã 3 meses!

Desejo-lhe a ela e, a todas e todos os Franciscos e Franciscas, que esta CRISE, seja apenas uma curta noite de Verão e que o raiar do dia surja bem depressa.

Um Pai Babado.

Gestão Democrática ou o Diabo de uma gestão?

 

LogoPublico“Margarida Moreira acata decisão
27.02.2009 – 22h25 Graça Barbosa Ribeiro
A responsável pela Direcção Regional de Educação do Norte, Margarida Moreira, afirmou hoje, em declarações ao PÚBLICO, que vai acatar a decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Mirandela (TAFM), que determinou a realização de eleições para o Conselho Executivo da Escola da Secundária Araújo Correia, em Peso da Régua.  

De acordo com Catarina Moreira, a advogada que representa o professor que há anos trava um braço de ferro com a DREN, “a sentença tem uma estrutura pouco habitual”. Mas, ainda assim, frisa, “é muito claro que, se a DREN não cumprisse o determinado, seria aplicada aos membros do Conselho Transitório da escola e, em última análise, à ministra da Educação, uma sanção pecuniária não inferior a dez por cento do maior salário mínimo nacional” (o que corresponde a 45 euros) por cada dia de atraso.”

Não vou fazer juízos de valor, sobre o alcance desta decisão.
Se noutras situações, a justiça se tem mostrado lenta e inepta para resolver alguns casos mediáticos, neste caso dou-lhe o meu aplauso!
Com esta decisão, ficamos a saber, que afinal, em DEMOCRACIA, as REFORMAS, também obedecem ao princípio da legalidade.
Pensar de maneira diferente, será retroceder 70 anos e…
… Imaginar que o Primeiro Ministro, afinal era o Presidente do Conselho…
…e que não se chamava Sócrates!
Ainda bem, que o sonho de uns, não é a realidade de todos nós!
Ulisses Neves Pinto