Carlos Cruz – Inocente ou Culpado?

Habituei-me a ouvir e ver o Carlos Cruz, com alguma consciência de ser, corriam ainda os anos 70.

Ainda a televisão era a preto e branco e, puxava à nossa imaginação, para descortinar as cores escondidas.ZIP ZIP

Durante uma vida (e eu só tenho uma; mas gostava muito de ter duas!), fui-me dando ao prazer de ver um comunicador nato, envolvido em diferentes e sucessivos programas.

Programas que no meu ponto de vista, sempre primaram por excelência, na apresentação, na criatividade e sobretudo, na temática, que lhe era subjacente.

Carlos-Cruz Hoje, ouço e leio Carlos Cruz, não no seu papel originário, mas antes como um homem agastado, que teima (e não é irónico!) em afirmar a sua inocência, contra tudo e contra todos.

Não sei se o Carlos Cruz é ou não inocente.

Mas uma coisa é certo, não posso deixar de acreditar na Teoria da Conspiração.

Acredito que a Teoria da Conspiração é como as bruxas:

– Nunca ninguém as viu, nem ninguém acredita nelas, mas que as há, lá isso há!

Com a Teoria da Conspiração é quase a mesma coisa, não a vemos, nem a percebemos, mas que existe, disso tenho a certeza!

Agora se a Teoria se aplica ao caso Carlos Cruz, isso, também me deixa curioso…Vou querer ver!

Só espero que ele seja capaz de o provar.

Nisso, estou claramente, ao lado do Carlos Cruz, se ele se sente inocente e, se acha que pode demonstrar a sua inocência, então pode contar com o meu apoio, mesmo que seja só um mero apoio emocional.

Existem erros judiciários?

… Mas claro que existem, esbarramos neles todos os dias!

Não serão os erros judiciários, o grande fundamento daqueles que se opõem à pena de morte?

– Claro que sim!…

Então, escusamos de fechar os olhos e nadar na hipocrisia da ignorância, ou o que é pior, na hipocrisia do preconceito.

Eu não vou querer fazer isso.

Argumentam-me com a convicção dos juízes…

Confesso, que hoje, tenho alguns preconceitos a este respeito!

Não acho que sejam os culpados…Não tenho é dúvidas que o sistema é que é o grande culpado.

Alguns de nós sabemos que num passado ainda recente, as regras de admissão na Magistratura eram muito mais apertadas, sendo o critério da idade e da experiência de vida, valores fundamentais, enquanto critérios de admissão.

Não era uma simples regra de exclusão, nem se pretendia perseguir aqueles licenciados, acabadinhos de sair das Universidades.

Acreditava-se sim, que para se criar uma convicção fundamentada na Lei e na prova produzida, a experiência, a maturidade e até a idade, seriam critérios que determinavam a inclusão ou a exclusão de candidatos à Magistratura.

Sabia-se nesse tempo, que as Universidades não ensinavam estas matérias e, acredito que mesmo depois da Reforma de Bolonha ( ou Bologna?), ainda se continuam a não ensinar.

Hoje, acho que, muitos pensam que é na escola que para lá das matérias académicas, aprendemos também a experiência e a maturidade.

Espero que estes, continuem a viver na sua fé, mas que também fiquem por aí…

Não sei se o Carlos Cruz é ou não culpado…mas também não sei se Sócrates é inocente e, poderia continuar por aqui a debitar nomes…a época anda cheia deles!

Em que gostava de acreditar?

Numa coisa de nada:

– Gostava de poder acreditar numa justiça mais transparente, numa justiça mais límpida.

– Gostava de poder acreditar que a verdade pode andar de mão dada com todos nós e que a verdade nunca será tímida.

Mas, como eu acredito em Bruxas, nunca vou poder acreditar nestas coisas…

Ulisses Neves Pinto

Anúncios

One response to “Carlos Cruz – Inocente ou Culpado?

  1. Falo como anónimo porque tenho medo que usem esta informação! Já não se pode contar com a liberdade que Abril trouxe!
    É de facto estranho que nomes do PS como Paulo Pedroso e Ferro Rodrigues tenham entrado neste processo e que, + tarde, se tenha tentado condenar José Sócrates por inúmeros crimes (envolvendo os mais diversos familiares – mae, primos, etc – e conhecidos deste – cuja gota de água foi o FIGO!). Curiosamente, todos estes casos foram avançados pela TVI (e nem é preciso referir o ódio expresso que a parcial Manuela Moura Guedes tem ao Primeiro-Ministro). Ninguém acha isto estranho? Como se não bastasse, os dois maiores nomes da TV de há uns anos – Carlos Cruz (RTP) e Herman José (SIC) – são envolvidos no caso casa pia! Acho que toda a gente entende a quem interessava afastar estes dois nomes sonantes da TV!
    Este é um bom caso de perversão dos meios de comunicação social: cada notícia inventada torna-se uma verdade; 1 notícia movimenta milhões de euros, de audiências, de votos, de negócios! O povo queria sangue: inocentes ou não, ninguém se importa! A justiça precisava de ser credibilizada, o governo deposto, a estação renascida! Só não esperavam que tudo isto tivesse o fim contrário ao que haviam engendrado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s